Mundiça Alegra volta à ativa com todo gás!

mundica_logo-copy_baixa-1

Em 2010, uma corja de intrépidos aspirantes a músicos reuniu-se com um propósito bem cearense: fazer galhofa e escárnio com os assuntos em destaque à época. Com uma linguagem ferina, destilaram toda ironia possível e impossível contra os governos e os poderosos da terra por meio de paródias. Estamos falando da Mundiça Alegre. A canalha se reunia no Bar do Parente, durante o Pré, Carnaval e Pós Carnaval como eles mesmo se definiam. O Bloco, de tão ordinário, tinha como estandarte uma vassoura que carregava a flâmula da Mundiça. Salvo engano, saíram apenas 2 anos e por conta de compromissos pessoais/profissionais o bloco se desfez.

Mas como Mundiça nunca falta no Ceará, o Bloco voltou à terrinha promovido por outros aloprados que reativaram a Mundiça. E agora ninguém será poupado! Nem mesmo o Sistema Verdes Mares no odioso caso da matéria sobre as Ciclofaixas da Ana Bilhar e Canuto de Aguiar. A negada afiou a língua e meteu o pau. Vamos conferir?

A Porra Dessa Ciclofaixa

Se o CETV me perguntar se eu gostei
Da porra dessa ciclofaixa
De dentro do carro lhe direi
Amigo isso só me embaça
Diz que aqui passa ciclista
Tô aqui faz duas horas não passou nem três
Eu vou tomar o meu sorvete
Estacionar na faixa
Minhazárea não é ZEIS

Tenho um carro do ano
Varjota, Meireles, vou até o Via Sul
Solução para ciclista pra mim é buzina
E mandar tomar no cu
Sei que bicicleta é moda
Dizem que é usada na Regional seis
Eu quero é que o metrô se foda
Tomem jeito e comprem o carro de vocês.

Forte abraço para Taís Lopes, musa das Ciclofaixas e adorada pela Massa Crítica e pela Associação Ciclovida. Sem você essa paródia não teria sido possível 😉

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>