Pré Carnaval 2012: Concentra Mas Não Sai


Lembrar velhos carnavais, marchinha e frevo, muita emoção.

Afivelem os cintos pois hoje é dia de contar um pouco da história do Concentra Mas Não Sai. É um enorme prazer discorrer sobre esse Bloco mas aviso logo que sou suspeito de falar por ser o meu predileto por vários motivos.

O ano é 2001. O Bloco nasceu do anseio de amigos em se reunir para reviver o carnaval de outrora. Não é uma modinha que vem e passa, não é status quo, não é vaidade, não é um negócio para ganhar dinheiro, nada disso! A primeira apresentação foi na pracinha do Papicu em frente a uma churrascaria onde a turma se cotizou e contratou uma bandinha com metais de sopro e alguns instrumentos de percussão. O sucesso dessa investida motivou mais três apresentações no mesmo local. A proposta do Bloco já estava implícita em seu nome. Não era um Bloco para se acompanhar, correr atrás dele como se fosse um Trio Elétrico. Era um Bloco que se apresentava parado, dessa forma todos os foliões se aproximavam e se acotovelavam disputando o espaço para ouvir mais de perto as marchinhas, frevos, sambas, ranchos, etc.

Porém o Bloco para se contradizer em sua proposta dava algumas voltas na Praça para animar a galera. E atrás dele a multidão seguia cantando. Como toda boa ideia o Bloco ganhou magnitude e a primeira mudança ocorreu. Sai de cena a praça do Papicu e entra o famoso e histórico Mercado dos Pinhões. Foi no Mercado que o Concentra experimentou seu crescimento vertiginoso sendo prontamente abraçado pela vizinhança daquele bairro. Parafraseando uma das suas marchinhas ‘vinha gente de toda cidade, de todas as idades e classes sociais, gente sem grana ou com milhões, todos fiéis foliões’. O Bloco sofreu já naquele primeiro ano a interferência dos malditos paredões de som. Gente que não ia para apreciar a boa música do Bloco e sim impor seu gosto musical com potentes alto-falantes. A fiscalização tentava coibir mas mesmo assim ainda havia os que conseguiam driblar, fugindo para as ruas circunvizinhas.


O coração e o escudo do Bloco

Deparando-se com esse cenário mais uma mudança se fez necessária. O ano era 2006 e o Concentra muda-se de mala e cuia para Praça do Ferreira. Foi uma grande aposta diga-se de passagem. O Centro de Fortaleza era muito mal visto para esse tipo de evento. A imagem que a maioria dos jovens foliões tinha era que lá ia ter muitos travestis, batedores de carteira e alguns chegavam a dizer que na praça proliferava gente velha. Quem acompanhou as quentes discussões na Comunidade Oficial do Bloco no Orkut percebeu que a ideia da Praça do Ferreira era rechaçada pela maioria. Sem dar ouvidos o Bloco se apresentou na Praça e foi um sucesso estrondoso. Segurança perfeita, banheiros químicos e o palco com sistema de som que deixou todos na Praça ouvindo as músicas. Aos críticos restou calarem-se e participar do sucesso.

A Praça do Ferreira é o coração de Fortaleza e era injustiça que ficasse a margem desse processo de ressurgimento do Pré Carnaval. O que aconteceu foi a imediata identificação do Bloco para com a Praça, tudo isso incentivado pela Prefeitura que sempre teve em seus planos revitalizar o Centro histórico. Além do Concentra se apresentam nas redondezas o Bloco Matou a Pau..ta, composto por jornalistas, e o Bloco Batendo o Centro. Além disso várias troças e cordões vem de todos os bairros e desfilam irreverência dentro do Concentra onde podemos destacar o Cordão Rolim Rabá.


E o Concentra é assim na Praça

Em 2007 com o espaço já consolidado a praça ficou do tamanho de uma pracinha do interior. Foram registrados públicos de até 30 mil pessoas por noite de apresentação. Claro que problemas apareceram mas foram devidamente remediados. Em 2008 já com a concorrência dos Blocos da Praia de Iracema o público diminuiu, porém esse fato melhorou o Bloco. Os paredões e malas de som desapareceram praticamente. Os estacionamentos ficaram mais acessíveis e assim vem se mantendo ano a ano.

Seria outra injustiça finalizar sem falar de um participante especial do Bloco que é o Waldonys. Na primeira vez que foi tocado no nome dele foi um alvoroço no fórum de discussão no Orkut. Como pode um Sanfoneiro, que toca forró, querer se apresentar no Pré Carnaval? A população passa o ano sendo bombardeada por forró e não escaparia nem no Pré? Esse foram algum dos argumento que inclusive quem vos escreve engrossou o cordão dos reticentes. Mesmo assim o Waldonys se apresentou e nos calou provando que era sim possível uma sanfona fazer sucesso no Pré Carnaval. Foi um repertório selecionado de músicas regionais com um apelo carnavalesco que conquistou o público e agora todo o ano é impossível não ter a presença do Waldonys.

Esse ano as apresentações do Concentra acontecerão nos dias 21 e 28 de Janeiro, e nos dias 04 e 11 de Fevereiro na Praça do Ferreira sempre das 18 até as 22hrs. Se você gosta de marchinha, frevo, sambas esteja desde já convocado a manter essa tradição.

3 comments to Pré Carnaval 2012: Concentra Mas Não Sai

  • Uma festa descentralizada e espontânea que segue percursos variados e cresce mais e mais a cada ano. Assim é o Pré-Carnaval de Fortaleza, onde a irreverência é bem-vinda e o bom humor e a alegria são obrigatórios. E neste ano, além dos blocos carnavalescos que se espalham por toda cidade, dois polos especiais vão ser devidamente preparados para sediar o encontro dos blocos do Centro e da Praia de Iracema durante o mês de fevereiro.

  • Renato Frota Ribeiro

    Exelente matéria! De fato o Concentra Mas Não Sai surgiu numa época em que o pré-carnaval estava quase desaparecendo. Já de a muito tempo havia acabado aquele que foi o Bloco de maior sucesso no pré-carnaval de Fortaleza: o saldoso “Quém é de Bem… Fica”, que se viu fulminado pelo desrespeido dos donos de paredões de som, que ainda hoje, apezar de proibidos por Lei, teimam em expor a sua falta de educação, sempre que encontram alguma oportunidade… multa neles e apreensão – acabem com essa porcaria.
    Pois bém, é verdade, o Concentra é hoje um dos maiores expoentes do pré-carnaval de Fortaleza, caiu no gosto do povo – pessoas “de todas as idades, de todos os lugarers e classes sociais”, exatamente por ser fiel ao estilo dos antigos carnavais, com suas marchinhas e frevos, alegria e ambiente familiar, que encantam a todos. VIDA LONGA AO CONCENTRA!!!!!
    Também parabenizo o Blog por rever, através desta matatéria, a sua posição crítica original contrária à participação do Waldonys no nosso pré-carnaval. Finalmente, vem reconhecer “de público” aquilo que a quase totalidade dos foliões do Concentra sempre souberam – um grande artista, como o Waldonys, com sua maravilhosa safona, pode sim fazer uma grande e adequada participação no carnaval – é o que mos ensina o irretocavel Carnaval da Cidade do Recife, que todos os anos tem como um de seus convidados mais festejados o maior sanfoneiro do Basil na atualidade – o grande Dominguinhos.

  • Edilberto Braga

    Fiz uma música para o Bloco Concentra Mas não Sai culja letra é:

    CONCENTRA MAS NÃO SAI
    Marcha para o carnaval
    Letra e música de Edilberto Braga

    NOSSO BLOCO VAI BRINCAR
    ELE JÁ ESTÁ FORMADO
    TODO MUNDO QUER DANÇAR
    POR ISSO ESTÁ CONCENTRADO

    QUEM ESTÁ FORA AQUI ENTRA
    QUEM ESTÁ DENTRO NÃO VAI
    PORQUE O BLOCO CONCENTRA
    SE CONCENTRA MAS NÃO SAI

    CONCENTRA, CONCENTRA
    CONCENTRA MAS NÃO SAI
    CONCENTRA, CONCENTRA
    CONCENTRA MAS NÃO SAI

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

  

  

  

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.